domingo, 31 de outubro de 2010

Equilíbrio


Minha mãe sempre disse que encontrar o problema é sempre o começo do processo para poder resolvê-lo. Assim, encontrada a gênese do problema poderemos buscar alternativas para solucioná-lo e, etapa por etapa o solucionaremos por completo. Mas e quando nós não sabemos de onde ele vem? É engraçado admitir o quanto  gostamos de sofrer. Sim, porque todo problema tem um começo e se não tem, é porque geralmente ele foi inventado. Isso mesmo. A maioria dos nossos problemas são inventados e o pior, por nós mesmos. Inventamos problemas porque é mais cômodo achar um outro motivo para podermos culpa-lo por nossas imperfeições. É mais fácil nos enganarmos dizendo que se estamos numa fase ruim é porque a nossa familia é isso, ou aquilo ou alguém nos feriu. Difícil é bancar o 'joão-bobo' e na mesma intensidade que levar uma rasteira, se reerguer, levantar a cabeça. O chão é mais seguro e não é preciso esforço para estar lá! E assim vivemos a maior parte das nossas vidas: no chão, sendo medíocres porque nós mesmos queremos estar lá. Com medo de conhecer nossas dores e traumas cara-a-cara e expulsá-los de dentro de nós. Eu passei muito tempo sendo a vítima até que decidi ser forte o bastante e construí uma escada para sair do buraco. Decidi não ser mais tapete e costurei duas asas.Um dia eu vou voar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita e comentário. Que possamos redescobrir sempre, e sempre juntos, muitas coisas boas!