sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Nada Mais


Estou cansado. Da eterna procura, de me entupir de um nada particular que me invade. Cansado principalmente de errar, de ter medo, de sentir saudade. Cansado de cicatrizes que não se fecham. Preciso de um segundo de paz, onde a solidão sorria pra mim e diga que ficará tudo bem. Tô precisando de cafuné de vó, de abraço de mãe, de assistir desenho. Eu não tenho um motivo em especial pra me sentir assim, tenho saúde, família, amigos e tudo que dizem que uma pessoa normal necessita para ser feliz. Mas eu não consigo me sentir normal. Acredito que algumas pessoas nascem com essa coisa de sentir demais, sofrer demais. É intensidade demais. Cansei de correr atrás da felicidade, ainda mais porque sei que ela nunca será completa. Queria poder me livrar de mim, dessa carga emocional que me foi imposta. Está pesada demais.

Um comentário:

  1. Olá!
    Simplismente perfeito,

    algo como sentir o sentimento de outra pessoa,
    como descrever e decifrar o enigma das palavras mas que claramente definem um sentimento amplo.

    Tens talento, parabéns.

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita e comentário. Que possamos redescobrir sempre, e sempre juntos, muitas coisas boas!