quinta-feira, 25 de novembro de 2010

A propósito...

Eu não sei se alguém vai ler esse texto, na verdade eu nem sei se alguém, além de mim, vem a esse blog. Mas eu espero que, mesmo em oculto, alguém venha aqui e algumas das minhas palavras possa fazer sentido pra alguém, assim como faz pra mim. Eu gosto de pensar que todas as pessoas possuem um jeito único de se emocionar e transmitir essa emoção. Acredito também, que todas as pessoas, estão à procura da sua felicidade, seja ela o que for e tendo o significado que tem para cada um. Eu não sei o que é felicidade e adoraria encontrar soluções para os problemas que estão guardados no cantinho do meu coração. Amo pensar que existe alguém no mundo que tenha o coração bobo como o meu, que se apega fácil, que ama demais, que sofre demais, que sente demais e que se cobra demais. Gosto de pensar que, além dos meus defeitos, algumas pessoas podem ver, através das palavras, quem eu sou e meu propósito aqui. Eu não venho aqui escrever para satisfazer ninguém. Na verdade, é para me satisfazer, é a minha terapia, porque quando escrevo, desabafo. Lógico que fico super feliz quando  vejo que alguém conseguiu ser tocado com alguma palavra daqui e que aquilo fez algum sentido para o dia, ou quem sabe para vida, daquela pessoa. Hoje está sendo um daqueles meus dias de conflito interno onde eu fico remoendo algumas tristezas antigas, chorando lágrimas que já deviam ter secado, mas que eu não consigo esquecer. Acho que a gente deveria vir com a capacidade de parar de sentir por alguns dias para poder tocar a vida sem deixar com que os sentimentos interfiram nas nossas atitudes. Pena que eu não sei ser assim. Até quando ponho o lixo para fora, eu faço com sentimento. E nessa estrada errante (e que não vai dar em nada) de sentir demais eu vou me equilibrando. Adoraria saber se tem mais gente na corda bamba.

Um comentário:

  1. Oi Alysson...

    Vc ainda não me conhece, mas acabei descobrindo seu blog através da referência que um amigo fez no blog dele. Quero te dizer que li tudo que vc postou e gostei muito dos seus textos e de vc, enfim... Gostei especialmente desse texto, mas me identifiquei com muitas coisas que vc escreveu. Tão jovem e tão maduro, vc parece ser assim... Gostaria de ser sua amiga. Será que posso??? rs... Tenho já 48 anos, não sou uma garotinha, mas eu creio que temos muitas afinidades sim. Morei em BH durante 4 anos, e adoro Minas. Hoje moro em Londrina-PR, com minha família. Acabei de fazer login para seguir seu blog. Caso vc queira saber um pouco mais sobre mim, dá uma olhadinha no blog Estrelas e Horizontes, que vai ter uma idéia de quem sou eu, ok?
    Meu blog tem só 3 meses e só 3 membros, não tenho mais orkut e nem me preocupo em ter seguidores. Lá é meu recanto e meu refúgio, meu universo particular. Mas como me identifiquei muito com vc, gostaria de manter um contato mais próximo, se vc quiser, claro...

    Um gde beijo, com carinho...
    Luiza

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita e comentário. Que possamos redescobrir sempre, e sempre juntos, muitas coisas boas!