segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Embora poucos saibam ou tentem não acreditar...

Toda mulher tem, embora poucos saibam ou tentem não acreditar, uma beleza que é só delas. Essa beleza não depende do comprimento do cabelo ou do peso ou, ainda, do tamanho do nariz. Essa beleza, começa de dentro pra fora e se exterioriza num sorriso, num olhar, num tom de voz... e, embora poucos saibam ou tentem não acreditar, essa beleza não muda com as circunstâncias. Toda mulher recebe essa dádiva, mas, nem todas conseguem conservá-la. Algumas, infelizmente, embora poucos saibam ou tentem não acreditar, apodrecem por dentro e sufocam qualquer resquício dessa beleza singular. Mas mesmo assim, ela pode voltar. Embora poucos saibam ou tentem não acreditar, a gente colhe o que a gente planta, mas, a gente também pode mudar o plantio.