terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Vem


Deixa eu bater na máquina uma carta de amor bem melodramática e colocar aquela nossa foto junto, presa com o mesmo clipe colorido que você prendeu o número do seu telefone na minha agenda. Deixa eu lembrar de todas as vezes que rabisquei num pedaço de papel qualquer lembrando de você, pensando em você. De todos os nossos sorrisos, das mãos dadas, do primeiro beijo, do primeiro olhar. Quero guardar sempre comigo o formato do seu rosto, o seu cabelo curto, o seu nariz de boneca e suas sobrancelhas arqueadas. O seu All Star vermelho que me faz lembrar a "música do All Star Azul". Hoje me peguei cantando "o seu All Star azul combina com o meu preto de cano alto". Vermelho e azul pareciam iguais... Você me faz querer fazer todas as combinações possíveis. Tudo em parzinho. Eu abro o meu guarda-roupas e romantizo até minhas cuecas. Eu me tornei um bobo, como você me chamava ao mesmo tempo em que me acariciava com essas mãos cheias de dedos com unhas roídas.
Até hoje eu não sei porquê ainda não te encontrei. Eu te fiz tão perfeita aqui, na minha cabeça. Tenho medo de pensar que você não existe. Então, prefiro a fantasia. Prefiro pensar que Deus te criou também e que você está em algum lugar, criando um eu na sua cabeça. Esperando por mim como eu espero por você. E eu vou continuar esperando porque só você tem o encaixe perfeito pro meu coração. Vou continuar inventando histórias da nossa vida e acreditando nelas.
Vamos deitar no sofá e escutar nosso disco até a agulha arranhar o vinil. Vamos inventar um mundo só nosso.

9 comentários:

  1. Vai ver seja até mais fácil do que você imagina, formar um par.

    ResponderExcluir
  2. Nunca li, mas deve ser interessante. Apesar de talvez não transmitir o que realmente sinto...
    Obrigada pela visita

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que bonito! Sem mais, ficou incrível.

    ResponderExcluir
  4. é mesmo! concordo inteiramente mesmo... e sim o tempo cura tudo, mas por vezes o tempo é, ou apenas parece, demasiado longo

    ResponderExcluir
  5. Mundo em invento,
    enconde lamentos.

    Estou a seguir-te;
    Paz!

    ResponderExcluir
  6. Nossa que texto bonito! Parabéns!! Muito sincero e profundo, gosto de textos assim :) Vim aqui agradecer sua visita no meu blog! Aproveitando marquei você para fazer uma brincadeira legal chamada "tag", se quiser claro!

    Um abraço

    ResponderExcluir
  7. "Até hoje eu não sei porquê ainda não te encontrei. Eu te fiz tão perfeita aqui, na minha cabeça. Tenho medo de pensar que você não existe. Então, prefiro a fantasia."

    Quantas vezes fazemos isto. Imaginamos alguém perfeito e incapaz de nos magoar e vivemos nessa fantasia. É tantas vezes bom como acaba por se tornar mau quando, por vários motivos, somos obrigados a acordar!

    "Prefiro pensar que Deus te criou também e que você está em algum lugar, criando um eu na sua cabeça. Esperando por mim como eu espero por você. E eu vou continuar esperando porque só você tem o encaixe perfeito pro meu coração. Vou continuar inventando histórias da nossa vida e acreditando nelas."

    Muitas vezes o amor nasce assim mesmo. Imaginamos algo bem no nosso coração e esperamos que a outra pessoa imagine também. Depois os dois sonhos juntos tornam-se muito mais fáceis de combinar e realizar!

    Gostei mesmo muito do texto.
    Parabéns ;)

    ResponderExcluir
  8. Que maravilha de texto é esse??? Já vim por aqui - logo quando você comentou lá no meu blog - e o li. Hoje, vim deixar o comentário, e o reli. Ambas as vezes fiquei sem ar, que lindo... Magnífico.
    Suas palavras rondaram a minha cabeça algumas vezes... Pois eu sou uma romântica incurável, daquelas que chegam a ser patéticas(mas isso é segredo, só enter nós). kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. A gente cria espectativas pro mundo, pra pessoas, pro amor, com muita sorte não se decepciona com o pior ou com o melhor. Esperar do outro mais do que ele pode dar, querer de si algo que não se tem. Tão dificil imaginar uma felicidade inteira com alguém que não existe e negligenciar o que é possivel, o que é incrivel, que vai passando despercebido, até você se dar conta que sonhos tomam tempo e em algum instante, um sonho real passou, disse oi, tentou se aproximar, mas você estava se ocupando do impossivel.

    Por mais que digam o contrário we can fly, só que não necessariamente precisamos nos tornar aves pra isso (:

    Até,

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita e comentário. Que possamos redescobrir sempre, e sempre juntos, muitas coisas boas!